top of page
  • Writer's pictureCRM Motorsport

Pedro Reis Ferreira, Gonçalo Nobre da Veiga, Diogo Lopes vencem em Jarama




Os Caterham 340R regressaram à atividade no Circuito del Jarama, em Madrid. Os novíssimos modelos da marca inglesa Caterham chegaram a Madrid para a sua estreia além-fronteiras e com a grande novidade técnica – os novos diferenciais autoblocantes. Os S1600 já na sua 15ª temporada e já com provas dadas juntam-se à mais recente grelha do Super Seven para 3 emocionantes corridas.





Inseridos nas CRM Racing Series, o Super Seven by Toyo Tires – 340R & S1600 foram um dos pontos de grande interesse no programa desportivo do Jarama Classic. Com 3 corridas durante o fim de semana, de 20 minutos de duração cada e uma qualificação única de 15 minutos, a segunda grelha do troféu monomarca com maior longevidade a nível ibérico e apoiado pela Toyo Tires, Auditiv, Gupe, HRX e Schuberth deu um grande espetáculo no traçado de Jarama.















Gonçalo Nobre da Veiga o mais veloz na Qualificação


Com apenas 15 minutos para marcarem o seu tempo mais rápido ao longo dos 3,4 km da pista de Madrid. Foi debaixo de algum calor que os pilotos sabiam que teriam apenas uma tentativa para conseguir marcar o tempo mais rápido. Gonçalo Nobre da Veiga foi quem consegui chegar mais perto da volta “perfeita”, o piloto da CRM Motorsport deixou os restantes adversários a mais de meio segundo conseguido carimbar a Pole Position para a primeira corrida do fim de semana. Na segunda posição, a surpresa da qualificação, o piloto belga Kevin Embourg que superou Miguel Ferreira (+0.110) e Pedro Reis Ferreira (+0.146). Zé João Magalhães do team Nuoorte foi o quarto classificado seguido pelos pilotos brasileiros da Fórmula F, Rafael Antunes e Alex Nabuco que rodavam pela primeira vez no traçado de Jarama.

Entre os S1600, Diogo Lopes foi avassalador, o piloto do Team Garage 33 intrometeu-se na luta dos 340R ficando a apenas 63 milésimas de Zé João Magalhães, uma performance notável de Lopes com um carro menos potente que os novos 340R. José Rodrigues, Teaam Nuorte, foi segundo classificado, o jovem piloto a estrear-se em Jarama conseguiu evoluir volta após volta assinando o segundo melhor tempo da categoria dedicada aos motores 1600cc. Manuel Abreu Lopes concluiu a classificação da categoria, o piloto da Chave Inglesa conseguiu melhorar os seus tempos face aos treinos privados do dia anterior e ficar cada vez mais confortável com o seu Caterham nesta que é a sua estreia a tempo inteiro.





Pedro Reis Ferreira e Diogo Lopes vencem e convencem em Jarama


Com a qualificação nos livros de história, os pilotos focavam-se agora no que realmente interessava, as corridas. Com as bancadas do circuito espanhol cheias, os pilotos tinham aqui ma motivação extra de vencer perante milhares de fãs. Gonçalo Nobre da Veiga era que saía da melhor posição com o belga Kevin Embourg a seu lado, mas algo que 15 anos de Super Seven nos ensinaram é que a qualificação raramente dita o resultado final e esta primeira corrida do fim de semana não foi diferente. Com o apagar do semáforo os pilotos pisaram o acelerador a fundo para a primeira corrida de 20 minutos. Com um arranque muito eficaz, os pilotos da segunda fila da grelha de partida, Miguel Ferreira e Pedro Reis Ferreira “colaram-se” a Gonçalo Nobre da Veiga deixando Kevin Embourg na quarta posição e na Curva 3 do circuito, Pedro Reis Ferreira arriscou fazendo um “mergulho” pelo exterior que deixou Reis Ferreira na liderança da corrida. Imprimindo um ritmo muito forte o piloto do carro #83 tentou construir um fosso para os adversários no entanto a persistência de Gonçalo Nobre da Veiga, que sabia que tinha um carro para lutar pela vitoria em Jarama tentou replicar a estratégia de Reis Ferreira, no entanto, o piloto do carro #77 a apenas 3 voltas do final viu-se obrigado a encostar o seu carro devido a um percalço mecânico. A batalha entre Miguel Ferreira e Kevin Emburg foram principal motivo de atenção do público e com o cronómetro a chegar ao final seria o português Miguel Ferreira a subir ao lugar intermédio do pódio com o belga a completar os três primeiros classificados. Zé João Magalhães, ainda em adaptação ao novo carro, assinou um excelente 4º lugar seguido de Rafael Antunes e Alex Nabuco.


Nos S1600, Diogo Lopes foi dono e senhor da liderança da categoria, nunca dando verdadeiras hipóteses aos seus adversários. O piloto da CRM Motorsport puxou o seu Caterham com o #17 ao limite e chegou a intrometer-se com os mais potentes 340R. No segundo posto terminou José Rodrigues, piloto do Teaam Nuoorte, superando Manuel Abreu Lopes da equipa Chave inglesa.










Gonçalo Nobre da Veiga triunfa pela primeira vez em Jarama.


Não é novidade que as corridas do Super Seven by Toyo Tires são ponto principal de interesse no programa desportivo. E a segunda corrida do fim de semana dos 340R & S1600 não foi exceção e muito era o público presente nas bancadas do Circuito del Jarama.

Com a grelha de partida a ser composta pelos resultados da corrida do dia anterior mas de forma inversa, Gonçalo Nobre da Veiga era quem partia da primeira posição com Rafael Antunes a seu lado. Zé João Magalhães tinha a companhia do belga Kevin Embourg e Miguel Ferreira e Pedro Reis Ferreira completavam a linha final. Com um grande arranque, Gonçalo Nobre da Veiga conseguiu manter a sua liderança na primeira curva. Quem mais perdeu foi Rafael Antunes, que foi apanhado de surpresa com o apagar do semáforo. O piloto brasileiro da Fórmula F, não conseguiu defender das investidas de Embourg, Magalhães, Ferreira e Reis Ferreira caindo para o final da classificação. No entanto, um toque entre o Legend Car e o S1600 de José Rodrigues que deixou este último imobilizado em pista chamou o Safety Car à ação. Felizmente a “estadia” do Safety Car foi breve e passado uma volta tivemos o recomeço da corrida e o momento marcante da mesma.

No recomeço da corrida, Gonçalo Nobre da Veiga que seguia na liderança resolveu atrasar o recomeço causando um “engarrafamento” atrás de si, e quando caiu a bandeira verde o piloto da CRM Motorsport continuou em marcha lenta sabendo que as ultrapassagens só contariam após a linha de chegada. Contudo Pedro Reis Ferreira ao ver a bandeira verde acelerou e ultrapassou Nobre da Veiga ainda antes da linha o que chamou a atenção do Colégio de Comissários. Com o arrancar de Pedro Reis Ferreira os restantes concorrentes reagiram e arrancaram também, no entanto não ultrapassaram o Nobre da Veiga antes da linha, mas sim após. Com esta confusão toda, Nobre da Veiga caiu para 5º, mas rapidamente chegou ao terceiro posto em luta com Kevin Embourg e quando superou o piloto belga já Pedro Reis Ferreira ia longe. Reis Ferreira seria o primeiro a receber a bandeira de xadrez, no entanto uma severa penalização de 25 segundos atirou o piloto do carro #83 para o 5º lugar da categoria. Com isto, Gonçalo Nobre da Veiga, segundo em pista, vencia pela primeira vez este ano com Kevin Embourg a ser o segundo classificado e Miguel Ferreira, que tinha perdido o “comboio” dos cones de aspiração devido a lutas com os Legend Cars no recomeço da corrida, terminaria em terceiro lugar.

Zé João Magalhães foi o quarto classificado seguido por Rafael Antunes e Alex Nabuco.

Nos S1600, Diogo Lopes repetia o feito da primeira corrida e liderou a corrida na sua inteira duração, o piloto da CRM Motorsport teve a companhia de Manuel Abreu Lopes da equipa Chave Inglesa no pódio.





Diogo Lopes faz o pleno e Pedro Reis Ferreira vence pela 5ª vez


Como já é hábito no Super Sevn by Toyo Tires, a grelha de partida da terceira corrida é formada pelo resultado da corrida anterior com os dez primeiros classificados a serem invertidos. Desta feita Rafael Antunes arrancaria da primeira posição com Pedro Reis Ferreira a seu lado, Zé João Magalhães e Miguel Ferreira foram os ocupantes da segunda fila e Kevin Embourg e Gonçalo Nobre da Veiga a ocupar a última linha da grelha referente aos 340R. Quantos aos S1600, José Rodrigues arrancou com Manuel Abreu Lopes a seu lado e Diogo Lopes concluiu a grelha de partida.

No arranque, Pedro Reis Ferreira consegui manter-se na liderança pressionando pelo duo da Speisse, Miguel Ferreira e Gonçalo Nobre da Veiga que na segunda volta conseguiu adiantar-se passando para a liderança contudo Pedro Reis Ferreira estava num nível à parte e o piloto da CRM Motorsport imprimiu um ritmo muito forte o que o permitiu ultrapassar os Gonçalo Nobre da Veiga e Miguel Ferreira e ganhar uma vantagem sobre os seus adversários. Gonçalo Nobre da Veiga ainda conseguiu rodar no segundo posto, no entanto uma falha numa passagem de caixa fez com que Nobre da Veiga perdesse o lugar intermédio do pódio para Miguel Ferreira. Kevin Embourg andou a maioria da corrida na 4ª colocação mas um pião fez com que o piloto belga fosse ultrapassado pelo jovem Zé João Magalhães, seguiu-se Rafael Antunes da Fórmula F.

Nos S1600, Diogo Lopes foi uma vez mais avassalador, o piloto da CRM Motorsport rodou sempre perto dos 340R conseguindo mesmo ultrapassar Rafael Antunes e receber a bandeira de xadrez na frente o piloto brasileiro. O segundo a receber a bandeira de xadrez foi José Rodrigues, do Teaam Nuorte, no entanto o piloto receberia uma penalização de 25 segundos por um contacto com outro concorrente sendo rebaixado para o terceiro lugar. Com isto Manuel Abreu Lopes subia ao lugar intermédio do pódio, o melhor resultado até à data do piloto da Chave Inglesa.


Jarama e o Super Seven by Toyo Tires sempre foi um cocktail de sucesso, com sinónimo de Festa. Este fim de semana foi prova disso, os milhares de fãs presentes, assistiram a três emocionantes corridas ondeestreamos os 340R em solo espanhol e introduzimos o diferencial autoblocante que tornou o carro ainda mais divertido de conduzir que se traduziu em corridas ainda mais emocionantes.

Regressaremos em Julho nos dias 22 e 23 no Racing Sound Fest, com muitas novidades e surpresas para todos os entusiastas de motores e não só!” Acrescenta Tiago Raposo de Magalhães, CEO da CRM Motorsport.





Sobre o SUPER SEVEN BY TOYO TIRES

Criado em 2009, o Super Seven by Toyo Tires é reconhecidamente o mais competitivo e emocionante Troféu monomarca do automobilismo nacional, e simultaneamente o de maior longevidade. Assenta em duas versões do icónico Caterham Seven (420R e 320R) e divide-se em três categorias (420R, 420R Gentleman e 320R) que partilham o mesmo espaço e tempo de pista, mas com pontuação autónoma e dedicada. Todos os eventos possuem duas sessões de treinos livres, duas sessões de treinos cronometrados de 15 minutos e três corridas com a duração de 20, 25 ou 30 minutos.


Sobre a CRM MOTORSPORT

Desde 2008 que a CRM Motorsport se dedica à preparação e construção de carros de competição, e à organização e promoção de campeonatos, troféus e eventos associados ao automobilismo. Sob a sua responsabilidade decorrem os troféus monomarca Super Seven by Toyo Tires, Carbon Neutral Cup e Legend Cars Iberian Series, os track-days Estoril Experience Day e Estoril Test Day, o fim-de-semana de corridas que celebra a velocidade nacional, o Estoril Racing Festival, e o mais recente Caterham Racing Festival.

48 views0 comments
bottom of page